Este site utiliza cookies para permitir uma melhor experiência por parte do utilizador. Conheça a Política de Cookies.
Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização.

  • '
    '

    Acpp

    Associação de Cozinheiros Profissionais de Portugal

  • '
    '

    Desde 1977

    Representa os Profissionais Portugueses de Cozinha e Pastelaria

  • '
    '

    Formação Profissional Certificada

    Escola Cozinha e Pastelaria

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 
 

Rolinhos de fiambre

rol1

Começou a chuva e o tempo mais fresco. Mas ainda é tempo de, quando está o tempo seco, de fazer passeios pelo campo, fazer piqueniques ou apenas estes pequenos pãezinhos que nos consolavam e depois venho a assistir a que as duas gerações a seguir a mim ainda gosta e esvaiam as travessas ou cesto, num instante. Vou dar mais uma receita que consta do caderno de minha Mãe, receita que a minha irmã Lina aprendeu num curso de cozinha que a Mocidade Portuguesa ainda dava aos grupos femininos nos anos 60. A memória ainda permite lembrar que a monitora que forneceu, e ensinou, esta receita era originária da Sertã. Não sabemos se esta receita seria uma tradição daquela região ou se a receita seria o mote para aprender a massa, e fazer a sua aplicação. Trata-se de uma massa não tipificada mas boa para cozinhados no forno.

rol3

Recentemente a minha irmã preparou estes rolinhos para a festa de aniversário de um dos seus netos e não sei se foram mais rápidos os adultos ou as crianças a fazerem desparecer a iguaria. E várias vezes as crianças vinham perguntar se não havia mais…! Devo confessar que a minha irmã costuma ser generosa nas quantidades. Mas o que é bom desaparece depressa, e mais uma vez aconteceu. Estes rolinhos também eram preparados para uma refeição que está a desaparecer que é a merenda. A merenda não tinha tempo certo. Era para intervalo do almoço para o jantar e também poderia ser uma refeição ligeira para viagens. E lá diz a cançãodos "Xutos & Pontapés": de Bragança a Lisboa são nove horas de distância…. Era assim naquele tempo, mas agora é mais rápido, e até de avião podemos ir.

rol2

Vejamos a receita, começando pelos ingredientes:

400 g de farinha

1 chávena de chá de leite

½ colher de sopa de manteiga

40 g de fermento de padeiro

1 ovo

Fiambre

Sal q.b.

rol4

A confeção:

Amassa-se a farinha com o leite, a manteiga, o fermento e uma pitada de sal. Depois de tudo bem incorporado e a massa uniforme, estende-se com o rolo. Corta-se em quadrados de cerca de 8 a 10 centímetros, coloca-se uma fatia de fiambre sobre cada quadrado e enrolam-se. Pincelam-se os rolinhos com ovo batido e põem-se num tabuleiro de ir ao forno, mas descansam para levedar, entre quinze a vinte minutos. Levam-se a forno bem quente durante dez a quinze minutos ou até que fiquem bem douradinhos. Podem ser polvilhados, como se vê nas fotos, com sementes de papoila ou de sésamo após pincelagem com o ovo.

Pronto, é só servir. Fácil e prático, … e bom!

© Virgílio Nogueiro Gomes

rol5

rol6

Acessos: 1676
Tagged Under

Visitantes

Temos 376 visitantes e 0 membros em linha

Morada

Morada: Rua de Sant`Ana à Lapa,
nº 71 C, 1200 - 798 Lisboa.
Telefone: +351 21 362 27 05
Fax: +351 21 362 58 15

Mail / Sites

Geral: acpp@acpp.pt 
Formação: formacao@acpp.pt  
Marketing: marketing@acpp.pt
Site: http://www.acpp.pt
Formação: http://www.acpp.com.pt