Este site utiliza cookies para permitir uma melhor experiência por parte do utilizador. Conheça a Política de Cookies.
Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização.

Imprimir
Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

ADELAIDE FUENTEFRIA DE MENEZES
PORTO
BRAGA
Mistura-se sangue de porco com vinho (metade de sangue e metade de vinho).

1 Kg de farinha de milho
0,5 Kg de farinha de centeio
0,5 Kg de farinha de trigo
Fermento de pão de broa do tamanho de um ovo, alhos pisados, cominhos pimenta e sal

As farinhas são peneiradas por peneiras muito fininhas.
Junta-se tudo muito bem, farinhas e temperos e depois amassa-se com o sangue previamente misturado com o vinho, muito bem, da mesma forma como se amassa a broa, ficando a massa durinha e põe-se a levedar (é a massa toda rachada).

Depois da massa ter levedado, estende-se com a mão, dando-lhe o feitio de “croquetes” bastante grandes (do tamanho de um palmo grande).
Põe-se a cozer em água, sal e loureiro. Depois de cozidos tiram-se para fora e põem-se sobre o ramo do loureiro.

Comem-se cortados às Fatias fritas em banha de porco, juntamente com sarrabulho.

O sangue do porco indicado mistura-se, no líquido com igual quantidade de vinho tinto, sendo estas quantidades as que se verificar serem necessárias para amassar.

 

MLM

Acessos: 1330
Tagged Under