Este site utiliza cookies para permitir uma melhor experiência por parte do utilizador. Conheça a Política de Cookies.
Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização.

Imprimir
Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

EUGÉNIA CONCEIÇÃO DA SILVA
M. FERREIRA DE MATOS
VALE DO CAMBRA

Com uma ou duas postas de bacalhau ou tantas quantas forem as pessoas, batatas cozidas, cenouras, couve-flor, para o adorno da travessa.

Temos então o bacalhau bem demolhado e bastante alto, tempera-se com um pouco de pimenta, alhos e unta-se com um pouco de azeite para não pegar na grelha quando for a assar. É então assado num fogareiro de ferro com carvão.

Entretanto temos um tacho no fogão, com água, 1 folha de loureiro, salsa, alhos, cebola cortada às rodelas, cominhos e temperada de sal.

Deixa-se ferver para a água ganhar gosto. Depois do bacalhau estar assado, introduz-se no tacho que tem água da cosedura dos condimentos, deixa-se o bacalhau ferver um pouco para tomar paladar duma fervura. Arruma-se depois o tacho para um lado do fogão de maneira que não ferva, até à altura de ir para a mesa.

Entretanto faz-se o molho. Deita-se num tacho 2,5 dl de azeite, alhos cortados aos bocadinhos, cebola às rodelas finas, pimenta, e umas pedrinhas de sal. Deixamos ferver um pouco para cozer a cebola mas não demasiado para não ficar desfeita.

Na altura de servir o molho incorpora-se salsa muito picada.

Maneira de preparar a travessa: enxuga-se o bacalhau num pano, corta-se as batatas às rodelas e dispõe-se na travessa, por cima das postas de bacalhau já preparado; contorna-se com as cenouras e couve-flor e por fim, rega-se tudo com o molho. Também podemos enfeitá-la com ovos cozidos e azeitonas.

É muito bom e muito Português.


MLM

Acessos: 1241
Tagged Under